08/02/2019 Pente-fino nos patrocínios da Petrobras deve frear o audiovisual e as artes cênicas

Para nosso sócio Fabio Cesnik, “a eventual saída da Petrobras seria ruim nos dois sentidos: deixaria menos investimentos sociais e culturais que contribuem com o desenvolvimento do país e seria uma perda para a companhia, que perderia, e muito, visibilidade de marca e posicionamento”.

Confira a íntegra do texto clicando aqui.

Tags: imprensa